quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Que é CULTURA?



Olá Pessoal,

Como já sabemos devemos analisar alguns filmes sob a perspectiva dos conceitos da apostila de Cultura e Mudança Organizacional. Assim, decidi fazer uma resenha do primeiro capítulo da referida apostila.

O que é cultura?

Cultura é uma construção social, ou seja, uma construção coletiva. Ela resulta de um aprendizado condicionado socialmente. Ela é  apreendida, transmitida e compartilhada com os novos membros do grupo. A este processo de assimilação de uma cultura dá-se o nome de endoculturação.  Não é, pois, algo que surge espontaneamente ou ao acaso no interior dos grupos e que passe espontaneamente de geração a geração.

http://acertodecontas.blog.br/wp-content/uploads/2009/10/jeitinho-brasileiro1.gif

A cultura cumpre objetivos ideológicos, serve como instrumento de dominação de classes. Nesse sentido, constitui importante instrumento de poder e de legitimação da ordem.

http://1.bp.blogspot.com/_mhLIH68vD4M/S8dOJvIFkYI/AAAAAAAAACw/jKuBdLqRCCw/s1600/Antonio-vieira.jpg

No processo de endoculturação, códigos coletivos são assimilados. Os membros de um grupo social tornam-se produtos do meio em que crescem; conformam-se aos seus padrões e, com isso, submetem-se a um processo de integração ou de adaptação social. De modo insensível, tudo aquilo que lhes foi inculcado é reconhecido como natural ou normal.  



 A partir daí, quaisquer outras maneiras de ser lhes parecem estranhas e até inaceitáveis. Eis por que indivíduos provenientes de diferentes sociedades, ou oriundos de diferentes meios sociais, são facilmente identificáveis pelas suas formas peculiares de agir, sentir e pensar.

As Duas Concepções de Cultura segundo Santos (1994)

1)    a) Cultura é tudo aquilo que caracteriza a existência social de um povo ou de uma nação ou de grupos no interior de uma sociedade. Constitui, portanto, a totalidade das características de uma realidade social.

2)    b) Cultura é o conjunto de conhecimentos, idéias e crenças e a maneira como estes existem na vida de um grupo social. Nesse caso, a cultura diz respeito a uma esfera, a um domínio da vida social. Trata-se, portanto, do conhecimento que a sociedade, o povo, a nação ou o grupo social tem da realidade e da maneira de expressar esse conhecimento (a arte, a religião, os esportes, a tecnologia, a ciência, a política...).

Mas, segundo o autor, é do relacionamento entre essas duas concepções básicas que se origina a maneira de entender a cultura de um grupo social.

O mesmo autor chama a atenção para o fato de que a cultura é dinâmica:

“A cultura é uma dimensão do processo social e da vida de uma sociedade.(...)  Não é apenas uma parte da vida social, como, por exemplo, se poderia falar da religião. Não se pode dizer que cultura seja algo independente da vida social, algo que nada tem a ver com a realidade onde existe. Entendida desta forma, cultura diz respeito a todos os aspectos da vida social, e não se pode dizer que ela exista em alguns contextos e não exista em outros.”

Ele também afirma que:

“a cultura é uma construção histórica, seja como concepção, seja como dimensão do processo social. Ou seja, a cultura não é algo natural, não é uma decorrência de leis físicas ou biológicas. Ao contrário, a cultura é um produto coletivo da vida humana. Isso se aplica não apenas à percepção da cultura, mas também à sua relevância, à importância que passa a ter. Aplica-se ao conteúdo de cada cultura particular, produto da história de cada sociedade.”

Cultura é um território bem atual das lutas sociais por um destino melhor.

Santos, J. l. O que é cultura. São Paulo: Brasiliense, 1994. 89 p.


Em breve, vou postar uma discussão sobre o conceito de organização social.

[ ]´s

Sem comentários:

Enviar um comentário